terça-feira, 5 de março de 2013

Mentira e Truculência de Estado na Venezuela

Segundo o vice-presidente Maduro, neste momento, 5 de março de 2013, traidores imperialistas conspiram contra a revolução Bolivariana e seu líder supremo Hugo Chavez numa tentativa de desestabilizar o regime. Pode ser uma reviravolta no jogo politico e isso é a unica coisa que Maduro sabe dizer, alem de reafirmar a constitucionalidade dessa palhaçada que é eleger um doente terminal. Defender até a morte uma liderança criada através do uso de truculência sem limites contra seus opositores é irresponsável. Uma revolução caribenha meio cubana, meia-bomba, que na verdade não existe sem seu líder e que não teria um sucessor direto. A democracia venezuelana ainda esta sob prova de fogo, e se a mentira prevalecer, com Chavez morto, a porrada vai comer em Caracas.

Lula Grelhada com Arroz da Tinta