terça-feira, 27 de dezembro de 2011

A unanimidade é burra, a humanidade também?

Vivemos num mundo superficial, sem ideologia e com religiões totalmente diferentes, dissonantes, baseadas em nas mesmas superstições, milagres, motivadas pelo ódio ao diferente, desejam destruir seus concorrentes. Como o futebol, tudo não passa de um imenso negócio... Originalmente criado para legislar sobre o caos, organizar a sociedade dentro de um padrão moral, material e espiritual, o texto bíblico se tornou instrumento de opressão do individuo. A fé pura, espiritual, inerente a natureza humana, é manipulada por profetas, visionários. As mentes dos fiéis se tornam instrumento de manobra na busca pelo poder. As religiões estabelecidas majoritárias tampouco são unanimes em suas crenças, o que demonstra a capacidade enorme do homem em interpretar as leis e criar mandamentos "divinos". A proposta original, na Torá, interpretada de diversas maneiras, diz apenas: "Justiça, Justiça, buscarás...e amarás o próximo, como a ti mesmo". Atenção para a vírgula!! No original, o significado desse versículo muito explorado pelo cristianismo, quer dizer apenas: busque ser justo em todas as medidas e com todos...e todos serão iguais, assim como você. Todos serão iguais, dentro das possibilidades do todo. Mas o sonhador, o profeta, promete um mundo melhor para seus seguidores, ama a todos como a si mesmo, mas a chave do cofre fica na mão de seu representante, ou seja, um cara só. Talvez esse seja o melhor exemplo de como um texto genial, criado por inspiração quase divina, pode se converter em algumas religiões que idolatram um homem, e até mesmo em regimes comunistas baseados nas idéias judaicas de justiça social. Para os que compartilham da mesma imbecilidade e se deixam explorar por outro tipo de regime que promete um mundo melhor, para seus líderes, a riqueza e o poder, para o povo, filas e opressão, miséria e alienação coletiva. Tem gente demais rezando e acreditando em coisas que não existem. Coisas cada vez mais óbvias, como Papai Noel e acender velas para iluminar a escuridão, quando já temos energia elétrica...e associando isso com o Criador e sua Criação, cujo ser-humano, parte menor dessa enorme Obra, parece empenhado em destruir. O ser humano se considera acima da Natureza. A palavra Elohim em hebraico tem a mesma gematria (numerologia) de Téva, ou seja, Natureza. Quando Moises ficou 40 dias no alto do monte, os chefes das tribos foram cobrar de Aaron, perguntando "aie haelokim shelcha"? para isso nos trouxeram ao deserto, para nos matar de fome e sede?" cadê os seus lideres, explica o Lubavitcher Rebbe. Revoltados pela ausencia de liderança, numa situação de sobrevivência, doaram seu ouro para fazer um ídolo. O mesmo fazem ainda hoje, em todas as religiões. Os líderes agora estão em cada um de nós, mas ainda não percebemos. A maioria silenciosa ainda olha os jornais na banca, e procura nas manchetes um novo líder, que não virá. Por outro lado, acesso em massa a informação, de forma anárquica, transforma a sociedade numa maquina de derrubar governos e ditaduras, mas pode levar ao poder partidos mais radicais e fundamentalistas. A era da estupidez deve acabar em breve, meio que na porrada, ao gosto popular, e o homem perceberá seu erro. Se o mundo continuar acreditando em palavras e promessas humanas, não olhar a sua volta e perceber que todos os seres humanos são iguais e compartilham a mesma casa, o futuro próximo pode ser de guerra e terror para todo o planeta. Do mesmo modo, se a sociedade de consumo não se tornar rápidamente mais verde e sustentável, adotando práticas de reciclagem, mudando hábitos de consumo, deixando os combustíveis fósseis de lado, jogando menos lixo e produzindo mais energia limpa, a natureza continuará reagindo cada vez mais as agressões e extinguirá a vida no planeta, como já aconteceu antes. Para os cientistas, os fósseis provam, para os crentes, o Dilúvio pode ajudar a cair na real enquanto há tempo. Ouvir a voz que vem do coração, o ano todo, ser uma pessoa mais relaxada, como Noé, e acreditar no que sente ser justo e nunca no que os outros dizem que se deve fazer. Assim como as redes sociais ajudaram a derrubar regimes que massacram civis, através da tecnologia os homens podem se igualar e tentar evitar ou retardar o aquecimento da Terra e o conflito entre os que não conseguem enxergar além de suas crenças e dogmas. Será que ainda da tempo? Não custa tentar. Feliz Mundo Novo para todos!!!

Nenhum comentário:

Lula Grelhada com Arroz da Tinta